Recomeço

Filmes para aprender mais sobre a morte e o luto

Os filmes costumam estar presentes em boa parte da vida das pessoas. É quase impossível encontrar alguém que não goste de um bom cinema. Mas, além de proporcionar diversão, os filmes provocam reflexões, criando novas formas de lidar com questões e conflitos do cotidiano. Portanto, durante o luto os filmes são grandes aliados para ajudar a entender a morte e a passar por este processo tão doloroso.

Aqui vão algumas dicas de filmes que tratam sobre a morte e o luto:

“A partida” de Yojiro Takita

Daigo Kobayashi é um jovem casado que acabou de ser dispensado da orquestra na qual tocava violoncelo. De repente, vagando pelas ruas sem emprego ou mesmo esperanças em relação à carreira, Daigo, decide voltar para sua cidade natal na companhia da esposa. Lá, o único trabalho imediato que lhe aparece é como “nokanshi”, uma espécie de coveiro especial responsável pela cerimônia de lavagem e vestimenta dos mortos antes que suas almas caminhem para o outro mundo. Daigo comporta-se com seriedade, algo como um burocrata, um porteiro entre o céu e a terra. Ocorre que seu trabalho é simplesmente desprezado pela esposa de Daigo e por todos ao seu redor. Mas é através da morte que ele finalmente compreende o sentido da vida.

“P.S: Eu te amo” de Richard LaGravenese

Holly Kennedy  é casada com Gerry, um engraçado irlandês por quem é completamente apaixonada. Quando Gerry morre, a vida de Holly também acaba. Em profunda depressão, ela descobre com surpresa que o marido deixou diversas cartas que buscam guiá-la no caminho da recuperação.

“Reine sobre mim” de Mike Binder

Charlie Fineman perdeu sua família nos atentados de 11 de setembro de 2001 em Nova York. Ele procura apoio em um antigo amigo da faculdade, o dentista bem sucedido Alan Johnson, que também passa por problemas. Mesmo tendo família e emprego, muitas vezes Alan se sente bastante sozinho. Ao se ajudarem mutuamente, a vida de Charlie começa a melhorar bastante e o vínculo entre eles, perdido há algum tempo, volta a se fortalecer.

“Minha mãe” de Nanni Moretti

Margherita é uma diretora de cinema que está prestes a iniciar as filmagens de seu novo longa-metragem, que será protagonizado pelo galanteador astro internacional Barry Hughins. Paralelamente, ela precisa lidar com vários problemas em sua vida pessoal, como o fim de um relacionamento e a doença da mãe, que está internada no hospital.

“Para sempre Alice” de Wash Westmoreland e Richard Glatzer

A Dra. Alice Howland é uma renomada professora de linguistica. Aos poucos, ela começa a esquecer certas palavras e se perder pelas ruas de Manhattan. Ela é diagnosticada com Alzheimer. A doença coloca em prova a força de sua família. Enquanto a relação de Alice com o marido, John, fragiliza, ela e a filha caçula, Lydia, se aproximam.

“Hanami – Cerejeira em Flor” de Doris Dörrie

Quando Trudi descobre que seu marido Rudi tem uma doença grave, ela sugere que ambos visitem os filhos em Berlim, sem contar a eles sobre o estado de saúde do pai. Como Franzi e Karl não dão muita atenção aos pais, eles resolvem partir para o mar Báltico. É quando, subitamente, Trudi morre.

“Elsa & Fred” de Marcos Carnevale

Elsa é uma mulher de idade que vive sozinha. Um dia, ela comete uma barbeiragem ao sair com o carro e quebra os faróis do carro de Lydia, a filha de seu novo vizinho, Fred. Revoltada com o ocorrido, Lydia exige que Elsa pague o conserto. O filho de Elsa aceita cobrir os danos mas, ao entregar o cheque a Fred, Elsa lhe conta uma história triste que acaba convencendo-o a recusar o valor. Com o tempo, Elsa e Fred se aproximam cada vez mais, apesar do temperamento bastante diferente. Enquanto ela é cheia de vida, ele é rabugento e mal quer sair de casa.

“O Quarto do Filho” de Nanni Moretti

Giovanni é um psicanalista que reside e trabalha na cidade de Ancona, na Itália. Ele é casado com Paola e tem dois filhos: a menina Irene e o jovem Andrea. Sua vida transcorre tranquila, dividida entre a família e o consultório, até que uma tragédia a transtorna completamente. Para atender ao chamado urgente de um paciente, Giovanni deixa de acompanhar o filho à praia e nesse passeio o rapaz morre afogado. A família, é claro, ressente-se profundamente com a morte e Giovanni sofre uma forte sensação de remorso, apesar do apoio da esposa.

Outros títulos: “A Delicadeza do Amor”, “Uma Nova Chance para Amar”, “Minha vida sem mim”, “Doce Novembro”, “A culpa é das Estrelas”, “Outono em Nova York”, “Up: Altas Aventuras”, “Amour”, “Reencontrando a Felicidade” e “Uma prova de Amor”.

Links relacionados:

Recomeço

Quem fica também precisa ser lembrado

Saiba mais
Superação

Lidando com a morte de um ente querido por suicídio

Saiba mais
Superação

Lidando com o luto de um colega de trabalho

Saiba mais