Recomeço

O que fazer com os pertences de um falecido?

Encarar a perda de um ente querido é sempre muito doloroso. Vários são os momentos em que é preciso ser muito forte para não se entregar ao sofrimento. Acontece no momento que se recebe a notícia da perda, nos preparativos para velório, quando se tem de contar a outras pessoas e, principalmente, quando é preciso decidir o que fazer com os pertences do falecido.

É preciso ter em mente que essa não é uma decisão que precisa ser tomada de imediato. Como em tudo no processo de luto, isso leva um tempo particular para cada pessoa.

Alguns esperam uma semana, outros um mês, mas é importante que seja feito em algum momento, pois lidar com esses pertences também é uma forma de superação da perda. Algumas pessoas mantêm o quarto da pessoa falecida intacto; isso pode gerar estagnação no ambiente, impedir a circulação de boas energias, além de trazer outros problemas.

Quando o tempo certo chegar, aqui vão algumas dicas de como lidar com os pertences que ficaram:

– É preciso ter em mente que será encontrado muito lixo, não tenha medo de jogar o que não for necessário fora. As lembranças são muito mais subjetivas do que físicas, você não vai estar jogando fora memórias da pessoa;

– Doe! Principalmente roupas e calçados, além de fazer bem para o próximo, você vai fazer bem a si mesmo;

– Se a pessoa falecida tinha muitos papéis e documentos importantes, junte tudo e analise com um advogado se podem ser jogados fora;

– Providencie uma caixa para guardar apenas aquilo que for de muito valor sentimental para você. Sempre que sentir vontade, você pode ir até a caixa e reviver memórias felizes com o ente querido. Podem ser guardadas fotos, alguma peça de roupa, livros, CDs, mas apenas o necessário;

– Transforme o quarto da pessoa em um ambiente neutro e nunca mantenha a porta fechada;

Lembre-se de que todo este processo será doloroso, mas é preciso encarar de frente e com positividade. A vida continua.

Links relacionados:

Recomeço

Meditação como auxílio de superação do luto

Saiba mais
Recomeço

Remédios ajudam a superar o luto?

Saiba mais
Recomeço

Mitos e verdades sobre o luto

Saiba mais