Superação

Canais auxiliam pessoas enlutadas a superar perdas

Passar por um processo de luto é normalmente doloroso. Pensando nisso, selecionamos alguns canais que podem proporcionar conforto a quem perdeu alguém e ajudar a superar o desfazer de laços. Começamos pelos livros. Quando pensamos em livros, logo vem em mente o acesso a novos conhecimentos e estes aprendizados podem ultrapassar barreiras, nos levar a lugares inabitados de nossa mente e, por vezes, nos oferecer um novo olhar sobre o mundo, sobre nós mesmos e sobre situações que inevitavelmente surgem em nossas vidas, como a perda de alguém querido.

Por isso, compartilhamos duas sugestões de livros que convidam a uma reflexão sobre a morte e o processo de luto.

Sobre a Morte e o Morrer (Elisabeth Kubler-Ross)
A obra é um clássico sobre o assunto. No livro a autora descreve, por meio de conversas com mais de 200 pacientes terminais, os cinco estágios (negação, raiva, barganha, depressão e aceitação) em que uma pessoa com uma doença incurável percorre com suas agonias, expectativas e frustrações. Além disso, aborda as dificuldades encontradas pela equipe médica  ao lidar com o paciente, as notícias difíceis e os familiares.

P.S.: Eu te amo (Cecelia Ahern)
A autora Cecelia Ahern nos presenteia com uma delicada história sobre a perda de um grande amor e como esse mesmo amor ajudou a superar todo o estado de luto. Na obra, o casal Gerry e Holly, namorados desde a adolescência, são separados repentinamente pela morte de Gerry. Dando sequência à sua vida, Holly descobre um pacote de cartas deixadas pelo antigo amor onde ele a guia em sua nova vida sem ele.

Para as crianças 

Normalmente tendemos a proteger as crianças do processo de luto, não as encorajando a expressar sua dor ou até mesmo evitar que elas saibam de alguns fatos. Mas temos bons motivos para acreditar que as crianças podem integrar o tema morte às suas vidas e viverem bem. A leitura pode ser um grande aliado nesse trabalho.

Selecionamos dois livros infantis sobre perdas para se ler com as crianças, de forma que elas possam compreender melhor o que é a morte e suas consequências.

“Os amigos do balacobaco”, de Silvia Camossa
A obra fala da amizade de três crianças – Ana, Sofia e Paco – que viviam sempre juntas. Mas, um dia, Ana não viu o sol nascer, pois seu coraçãozinho parou de bater. Paco e Sofia, então, conheceram sentimentos muito diferentes e aprenderam a chorar de verdade. Porém, com o tempo, entenderam que sua querida amiga não estava mais presente em suas brincadeiras, mas que estaria sempre em seus corações e viva em suas lembranças. O livro procura discutir, de maneira delicada, como lidar com a perda de uma pessoa querida quando se é criança.

A Árvore das Lembranças, de Britta Teckentrup
Mais uma agradável surpresa para aquecer o coração dos pequenos e transformar a dor da saudade em um alegre farfalhar de folhas ao vento. Essa obra delicada e tocante celebra a vida e nos ajuda a resgatar as doces lembranças dos que amamos. A história se passa em uma floresta, e começa com a morte de uma raposa. Ela, a raposa, levou uma vida longa e feliz na floresta, mas quando se sentiu muito, muito cansada, entendeu que era hora de partir. Tristes, os animais da floresta reúnem-se em volta da amiga para relembrar os momentos felizes que viveram junto com ela.

Filmes

Especialista em luto, a psicóloga Teresa Vera de Sousa Gouveia reuniu dois filmes recomendados para quem vive a dor dos laços desfeitos. A indicação traz filmes sensíveis que abordam a perda de alguém querido.

O Quarto do Filho – Direção: Nanni Moretti
Giovanni (Nanni Moretti) é um psicanalista que reside e trabalha na cidade de Ancona, na Itália. Ele é casado com Paola (Laura Morante) e tem dois filhos: a menina Irene (Jasmine Trinca) e o jovem Andrea (Giuseppe Sanfelice). Sua vida passa tranquila, dividida entre a família e o consultório, até que uma tragédia a transtorna completamente. Para atender ao chamado urgente de um paciente, Giovanni deixa de acompanhar o filho à praia e nesse passeio o rapaz morre afogado. A família, é claro, ressente-se profundamente com a morte e Giovanni sofre uma forte sensação de remorso, apesar do apoio da esposa.

Reine sobre mim – Direção: Mike Binder
Um homem que perdeu toda a sua família em Nova York durante os ataques terroristas de 11 de setembro reencontra um velho amigo de escola. Retomar a grande amizade do passado parece ser a única coisa que poderá ajudá-lo a se recuperar do enorme sofrimento que vive.

Sites 

“Vamos falar sobre o luto?”
Sete amigas unidas por um único sentimento: o luto. Foi a partir daí que surgiu em 2014 o site “Vamos falar sobre o luto?”. A iniciativa das amigas Mariane Maciel, Rita Almeida, Cynthia Almeida, Amanda Thomaz, Fernanda Figueiredo, Sandra Soares e Gisela Adissi busca descomplicar o luto e torná-lo partilhado, desmistificando o tema e permitindo que os enlutados possam lidar com a perda.

No site, que pode ser acessado pelo endereço http://vamosfalarsobreoluto.com.br, há espaço para relatos de pessoas que viveram o luto. Contando com a parceria do Grupo Vila, o endereço eletrônico funciona de forma voluntária e abre espaço para belas histórias, opções de grupos de apoio e terapia de luto, indicação de livros e filmes sobre a temática, reflexões, dicas e informações.

“Perdas e lutos”
Sob o comando da psicóloga Nazaré Jacobucci, o site “Perdas e lutos” é aberto para discussões acerca do morrer, do luto e das perdas. No endereço http://perdaseluto.com, é possível encontrar publicações, artigos e entrevistas sobre as temáticas já citadas, além de outros assuntos que permeiam o universo da psicologia. Tudo com delicadeza para ajudar nessa etapa tão difícil.

Links relacionados:

Superação

Animais também vivenciam o luto

Saiba mais
Superação

As diferentes religiões e como cada uma lida com a morte e o luto

Saiba mais
Vídeos

Desafio de aprender a viver com a perda

Saiba mais